TwitterYou Tube Facebook
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


Notícias

04/09/2019
GOVERNO NÃO REPRESENTA A CLASSE TRABALHADORA!

O governo de Bolsonaro é de ricos e para ricos.

 
 
Por Wanessa Canutto/JP MTE 2456
 
Nós do Sindicato dos Comerciários de Fortaleza, consideramos muito importante demonstrar para a classe trabalhadora em especial a você comerciário o real significado desse governo e que suas medidas não irão beneficiar pobres, ao contrário, se conseguir aplicar todas as medidas, teremos um país muito mais desigual, com muito mais problemas sociais. 
 
Em visita aos Estados Unidos, Bolsonaro afirmou que o empresário brasileiro vive “esmagado” e “estrangulado”. Isto é verdade? Vejamos, os cinco grandes bancos do país acabam de bater mais um recorde histórico em seus lucros e certamente esse dinheiro não cai no seu bolso. 
Para quem está buscando compreender melhor a conjuntura política, especialmente para contribuir com sua transformação, é fundamental entender a atual luta de classes no sistema de produção social, em relação com a apropriação da riqueza que é produzida. No capitalismo há duas classes essenciais: Uma é a classe trabalhadora, que produz toda a riqueza da humanidade, mas não possui os meios de produção.  A outra é a burguesia (empresários, grandes comerciantes, banqueiros, latifundiários, etc.), se apossam da riqueza produzida e possui os meios de produção como fábricas, máquinas, grande comércio, grandes porções de terra, entre outros.
No contexto geral o governo foi eleito para exterminar todos os direitos já conquistados, pois as medidas favorecem apenas, empresárias e banqueiros para manter o funcionamento do capitalismo e assim, garantir o sistema para privilegiar ricos, a bancada da bala, da bíblia, do boi, mesmo que a barganha necessite aprofundar ainda mais a crise do regime democrático.
ILUSÃO: As crises econômicas produzem efeitos sobre as condições de vida das pessoas. Para os mais pobres o alto desemprego, a precarização do trabalho, a falta de moradia, de serviços públicos, etc. Para a classe média e pequenos proprietários são as dificuldades em manter viagens, troca de carro, escola particular, etc.
Tudo isso, fez com que responsabilizassem as medidas adotadas pelos governos do PT e canalizasse esse descontentamento votando em Bolsonaro, inclusive, parte importante da classe trabalhadora, as periferias brasileiras, assumisse um discurso ideológico de direita durante as eleições presidenciais. Essa decisão trouxe consigo uma enxovalhada de efeito contrária, hoje a classe trabalhadora terá menos direito, parcela pobre ficará mais pobre e classe média se aproximará da pobreza, ou seja, ganham os ricos, que ficarão mais ricos. Simples assim! 
 
PRIVILEGIADOS: Bolsonaro, Paulo Guedes e seus apoiadores dizem que a Reforma da Previdência é para acabar com os privilégios. Isso é uma mentira eles não mexeram com privilégios de juízes, desembargadores, militares. Nessa lógica saiba que os banqueiros, empresários, especuladores não precisam de uma Previdência, pois vivem do que é explorado da classe trabalhadora. Portanto, este governo não nos representa, os poderosos vêm com explícito discurso de extrema-direita, estimula a violência contra mulheres, negros, indígenas, sem-terra, sem-teto, LGBTs. 
 
O Presidente e seus Ministros atuam para destruir o mínimo de conquistas do país nos direitos humanos, incentivando à perseguição política aos movimentos sindicais e populares, o cerco à liberdade de imprensa, apologia e apoio aos crimes da Ditadura Civil Militar, no qual repudiamos amplamente. 
Hoje estamos aqui pra dizer que mesmo aqueles que votaram a favor do Bolsonaro, nós estamos também na lutar por você. Estamos firmes e fortes para garantir o enfrentamento que ainda está por vim. O governo que foi eleito quer acabar com o mais importante instrumento de luta da classe trabalhadora, que se chama sindicato. Precisamos ter senso crítico sobre essa atual conjuntura política.  
 
ESTE GOVERNO NÃO REPRESENTA A CLASSE TRABALHADORA!
 
Última atualização: 04/09/2019 às 12:51:01
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome:
Nome é necessário.
E-mail:
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário:
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.
código captcha
Código necessário.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

   (85)  3455-7100 / 3455-7124 falecom@sindcomerciarios.org.br
  Copyright © 1933-2019 - Todos os direitos reservados www.igenio.com.br