TwitterYou Tube Facebook
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


Notícias

26/02/2018

SINDICATO DIVULGA TABELA SALARIAL 2018 ATUALIZADA

 

TABELA SALARIAL

JANEIRO/2018 DO SINDICATO DOS COMERCIÁRIOS DE FORTALEZA

 

  1- PISO SALARIAL:

  1. Para Trabalhadores (as) de Empresas com até 10 Empregados (as)

R$ 1.019,70

  1. Para Trabalhadores (as) de Empresas com mais de 10 Empregados (as) –

R$ 1.069,10

 

2- QUEBRA DE CAIXA:

A) Para Trabalhadores (as) de Empresas com até 10 Empregados (as) – R$ 101,97

B) Para Trabalhadores (as) de Empresas com mais de 10 Empregados (as) - R$ 106,91

 

Observação para Trabalhadores (as) que trabalham na função de Operadores (as) de Caixa e ganham salário com valor maior do que o Piso da Categoria será calculado os 10% sobre o valor do salário recebido, ou seja, do valor do salário nominal e não do Piso Salarial.  

 

3 - Do Fornecimento do Vale Alimentação

 

               Ficam as empresas obrigadas a fornecer para todos (as) seus trabalhadores (as) que tenham jornada de trabalho superior a quatro horas por dia durante a vigência desta Convenção Coletiva de Trabalho, vale-alimentação no valor de R$ 8,50 (oito reais e cinquenta centavos), ao comerciário, por dia útil de trabalho, podendo descontar do empregado o percentual máximo de 6,25% (seis vírgula vinte e cinco por cento) do custo direto do vale-Alimentação (art. 2º, §1º,Decreto 05/1991).

 

4- REAJUSTE PARA OS DEMAIS SALÁRIOS:

             A Convenção Coletiva de Trabalho de 2018, firmada entre o Sindicato dos Empregados no Comercio de Fortaleza e do outro lado o Sindicato do Comércio Varejista e Lojista de Fortaleza, Federação do Comércio do Estado do Ceará e seus Sindicatos filiados, estabeleceram o reajuste salarial da seguinte forma:

Os salários fixos ou parte fixa dos salários mistos dos empregados (as) no comércio da cidade de Fortaleza que ganham acima do piso salarial serão reajustados pelo Índice Nacional de Preços ao consumidor - INPC- acumulado do ano de 2017 mais ganhos real, fixado em 2,80% de acordo com o IBGE, em 1º de Janeiro de 2018, devendo o percentual incidir sobre o salário base de 1º de janeiro de 2017, incluído no percentual supra a correção salarial, aumento de produtividade e qualquer verba seja a que título for que tenha efeito de reajustamento salarial.

 

REAJUSTE SALARIAL DE 2,80% DE ACORDO COM O MÊS DE ADMISSÃO DO COMERCIÁRIO (A)

ADMITIDOS

 MÊS/ ANO

PERCENTUAL

Reajuste %

Fator de correção

1- Janeiro/2017

2,80%

1,028000

 

2- Fevereiro/2017

2,56%

1.025637

3 - Março/2017

2,33%

1.023279

4- Abril/2017

2,09%

1.020927

5- Maio/2017

1,86%

1.018581

6- Junho/2017

1,62%

1.016239

7- Julho/2017

1,39%

1.013903

8- Agosto/2017

1,16%

1.011573

9- Setembro/2017

0,92%

1.009248

10-Outubro/2017

0,69%

1.006928

11-Novembro/2017

0,46%

1.004613

12-Dezembro/2017

0,23%

1.002304

 

 

COMO CALCULAR SEU SALÁRIO PARA JANEIRO / 2018

O Cálculo será feito de acordo com o mês de admissão, aplicando o fator correspondente.  Veja os exemplos:

 

  1. Para quem se encontrava trabalhando na empresa ou entrou no mês de Janeiro/2017.

Exemplo: Salário de Janeiro/7= R$ 1.500,00 x 1,028000 = R$ 1.542,00 este é o seu salário de Janeiro/2018.

 

  1. Para quem entrou no Mês de Junho de 2017.

       Exemplo: Salário de Junho/2017 = R$ 1.600,00 x 1.016239

 = R$ 1.625,98 este é o seu salário de Janeiro/2018.

 

  1. Para quem entrou no Mês de Outubro de 2017.

       Exemplo: Salário de Outubro/2017 = R$ 2.200,00 x 1,006928

 = R$ 2.215,24 este é o seu salário de Janeiro/2018.

 

OUTRAS INFORMAÇÕES SALARIAIS:

 

 SALÁRIO MÍNIMO - R$ 954,00 (Novecentos e cinquenta e quatro reais) reajustado        em 1º de Janeiro de 2018.

Salário-família

PORTARIA Nº 15, DE 16 DE JANEIRO DE 2018.

       Art. 4º O valor da cota do salário-família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 (quatorze) anos de idade, ou inválido de qualquer idade, a partir de 1º de janeiro de 2018, é de: I - R$ 45,00 (quarenta e cinco reais) para o segurado com remuneração mensal não superior a R$ 877,67 (oitocentos e setenta e sete reais e sessenta e sete centavos); II - R$ 31,71 (trinta e um reais e se tenta e um centavos) para o segurado com remuneração mensal superior a R$ 877,67 (oitocentos e setenta e sete reais e sessenta e sete centavos) e igual ou inferior a R$ 1.319,18 (um mil trezentos e dezenove reais e dezoito centavos). § 1º Para fins do disposto neste artigo, considera-se remuneração mensal do segurado o valor total do respectivo salário de contribuição, ainda que resultante da soma dos salários-de-contribuição correspondentes a atividades simultâneas. § 2º O direito à cota do salário-família é definido em razão da remuneração que seria devida ao empregado no mês, independentemente do número de dias efetivamente trabalhados. § 3º Todas as importâncias que integram o salário-de-contribuição serão consideradas como parte integrante da remuneração do mês, exceto o décimo terceiro salário e o adicional de férias previsto no inciso XVII do art. 7º da Constituição, para efeito de definição do direito à cota do salário-família. § 4º A cota do salário-família é devida proporcionalmente aos dias trabalhados nos meses de admissão e demissão do empregado.

               

TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DOS SEGURADOS EMPREGADO, EMPREGADO DOMÉSTICO E TRABALHADOR AVULSO, PARA PAGAMENTO DE REMUNERAÇÃO A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2018.

 

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)

ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS

Até 1.693,72

8%

De 1.693,73 até 2.822,90

9%

De 2.822,91 até 5.645,80

11%

 

HORA EXTRA

À hora extra do Trabalhador (a) Comerciário (a) tanto para quem ganha salário fixo ou por comissão será paga com adicional de 70% (setenta por cento), no caso do Comissionista a hora extra será paga pela média dos oito melhores meses.

MÉDIA DO COMISSIONISTA

O calculo de todos os direitos do (a) empregado (a) comissionista, levará em conta a média das 08 (oito) melhores comissões mensais, escolhidas entre os doze meses que antecedem a data do beneficio.       

                                                TAXA NEGOCIAL

As Empresas descontarão o percentual de 4%, (quatro por cento), do salario de seus empregados (as) ficando como limite máximo de desconto o valor de R$ 60,00 (Sessenta reais) do salario de seus Empregados (as) que ganham salário fixo ou por comissão, sindicalizados ou não, de uma única vez, no mês de fevereiro/2018 que deverá ser recolhido aos cofres do Sindicato até o dia 07/03/2018.

 

Observação: Quando for firmado Acordo Coletivo de Trabalho entre o Sindicato dos Comerciários de Fortaleza e qualquer Empresa, a Empresa acordante deverá realizar o pagamento determinado no  referido Acordo Coletivo de Trabalho, realizando deposito na Conta Bancaria do Sindicato.

A Conta para realizar O deposito é a seguinte: Banco: Caixa Econômica Federal – Agencia: 0031-  Operação: 003 – Conta:531-6 – Sindicato dos Empregados no Comercio de Fortaleza- CNPJ: 07.343.452/0001-15.

 

MAIORES INFORMAÇOES, PROCURE A DIRETORIA DO NOSSO SINDICATO OU PELO TELEFONE: 3455-7100.  

 

Última atualização: 06/04/2018 às 15:28:57
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome:
Nome é necessário.
E-mail:
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário:
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.
código captcha
Código necessário.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

   (85)  3455-7100 / (Fax) 3455-7124 falecom@sindcomerciarios.org.br
  Copyright © 1933-2018 - Todos os direitos reservados www.igenio.com.br