TwitterYou Tube Facebook
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


História

Sindicato dos Comerciários de Fortaleza é uma entidade forte, combativa e extremamente respeitada em âmbito nacional. Não possui fins lucrativos e se mantêm unicamente através de seus sócios. O trabalho realizado em seus 82 anos de existência é reconhecido dentro e fora do movimento sindical. Mais de 100 mil trabalhadores são beneficiados anualmente com as nossas lutas e conquistas.

Neste ano, 2015, o Sindicato dos Comerciários de Fortaleza comemora 82 anos de sua fundação, quase um século de muitas lutas e conquistas.

Tudo começou com a influência da luta dos Caixeiros de Fortaleza no ano de 1870 pelo direito a uma folga na semana. Mas só foi no ano de 1933 que um grupo de comerciários começou a reunir-se e, no dia 26 de maio de 1933, o Sindicato dos Empregados no Comércio de Fortaleza foi fundado. Hoje, a entidade destaca-se pelo seu compromisso de lutar por maior qualidade de vida e de trabalho para os comerciários e para os trabalhadores em geral. Mas esta referência só começou a desenhar-se no ano de 1983, quando surgiu a oposição comerciária.

Sofremos com as péssimas condições de trabalho daquela época, com a ditadura e com diretorias omissas e pouco comprometidas com os trabalhadores, mas, finalmente, em novembro do ano de 1986, uma diretoria compromissada com os reais interesses dos comerciários vence as eleições e toma posse no dia 20 de janeiro de 1987.

Contudo,  após mais de oitenta anos de sua fundação, o Sindicato dos Comerciários de Fortaleza permanece recontando sua história fundamentada na luta pela ampliação dos direitos dos(as) trabalhadores(as) e seguindo tal qual sua trajetória histórica: nas ruas de Fortaleza, fortalezendo a política de liberdade e autonomia da classe trabalhadora!

 

CONQUISTAS

Entre as principais conquistas da entidade destacam-se:

  • A instituição da Lei 9.452, que regulamenta o horário de abertura e fechamento do comércio de Fortaleza, sancionada em 20 de Março de 2009 pela então prefeita Luizianne Lins.
  • Efetivação do vale alimentação em nossa Convenção Coletiva de Trabalho beneficiando toda a categoria comerciária após cerca de vinte anos de embate entre o setor patronal e laboral.
  • Ampliação de direitos, através da cláusula quinquagésima quinta de nossa Convenção Coletiva de Trabalho 2015. A cláusula determinao direito das mães comerciárias amamentarem seus filhos diariamente com ausência de 1 hora do seu expediente.
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Página Inicial

 
   (85)  3455-7100 / (Fax) 3455-7124 falecom@sindcomerciarios.org.br
  Copyright © 1933-2017 - Todos os direitos reservados www.igenio.com.br