Cesta básica de Fortaleza ficou mais cara

317

As famílias da categoria comerciária, assim como a classe trabalhadora, vêm sentindo no bolso o impacto do aumento de itens da cesta básica. Leite, arroz, feijão e óleo de soja, carne, entre outros produtos são os que tiveram um aumento absurdo, isso significa que a cesta básica já consome mais da metade do salário mínimo do trabalhador(a) brasileiro.  A disparada dos preços dos alimentos afeta principalmente o bolso dos mais pobres.

De acordo com dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), a alimentação básica em Fortaleza ficou mais cara desde janeiro de 2022. O preço da cesta básica teve aumento de 4,89% na capital cearense. O Dieese aponta que a alta nos preços de dez dos doze produtos da cesta básica fez com que um trabalhador tivesse que desembolsar R$ 607,35 a mais do seu orçamento.

Os maiores aumentos ficaram por conta do tomate (75,47%), café (75,32%) e açúcar (32,36%). O levantamento mostra que, considerando apenas janeiro de 2022, o conjunto dos 12 produtos que compõem a cartela da cesta registrou uma inflação de 4,89% na Grande Fortaleza.

A partir desse levantamento, o Dieese calcula quanto deveria ser o salário mínimo para a manutenção de uma família de quatro pessoas com base no custo da cesta mais cara. Em janeiro de 2022, o valor deveria ser de R$ 5.997,14, o que equivale a 4,95 vezes o valor do mínimo de R$ 1.212.

Diante deste contexto, nós da direção do sindicato reafirmamos o compromisso na luta por melhores condições de vida, salário e trabalho. Neste sentido, todos os anos, lutamos por um reajuste salarial, direitos garantidos na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e a manutenção de uma entidade forte que defende você trabalhador(a), isso tudo são frutos do trabalho do Sindicato.

IMPRENSA SEC FORTALEZA

2 COMENTÁRIOS

  1. Incrível como algumas informações são passadas erradas por
    alguns sites. Pelo menos agora consegui achar a informação
    correta que estava procurando. Infelizmente tem muita
    informação errada na internet. Compartilhei no meu
    facebook. Obrigado.

Deixe um comentário para Sindcomerciários Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here