Reajustes salariais com ganho real crescem e alcançam o maior índice do ano

61

87,3% dos reajustes salariais negociados em maio garantiram ganhos reais para os trabalhadores, ficando acima do INPC (Índice de Preços ao Consumidor), de acordo com o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

Os dados, divulgados nesta terça-feira (25), registram que 10,4% dos reajustes tiveram resultados iguais ao índice e 2,3% ficaram abaixo.

O INPC, medido pelo IBGE, é o parâmetro utilizado nas negociações salariais, determinando o que pode ser considerado um aumento real de salário ou não. Em maio, o INPC ficou em apenas 0,46%.

Na média anual, 85,2% dos reajustes analisados tiveram ganhos reais, 11,6% ficaram iguais ao índice e apenas 3,2% ficaram abaixo.

O setor do comércio foi o que obteve o maior valor médio de pisos salariais analisados neste ano, com R$ 1.696,57, seguido pela indústria, com R$ 1.579,50. Já no percentual médio de reajuste em 2024, o comércio contou com 75,3% de ganho acima da inflação, menor do que o percentual médio de 86,4% da indústria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here